Teddy Quinlivan assume ser trans

Modelo diz ter feito revelação por motivação política

Publicado em 15/09/2017
Teddy Quinlivan assume ser transgênero

Ao mesmo tempo em que avanços são vistos em respeito e visibilidade aos LGBTs, a realidade mostra, infelizmente, que eles ainda são vítimas de muita violência e preconceito. E isso vem em todas as escalas da sociedade. Nos Estados Unidos, por exemplo, a nomeação de Donald Trump para presidente preocupou muita gente nesse sentido, por suas posições conservadoras. Recentemente, inclusive, ele nomeou como líder da divisão de Pesquisa, Educação e Economia do Departamento de Agricultura dos EUA o economista Sam Clovis, que já chegou a se posicionar fortemente contra a comunidade LGBT e até rejeitou publicamente a proteção de direitos civis a essas pessoas.

Impulsionada por episódios de verdadeiro retrocesso como esses nos Estados Unidos, a modelo Teddy Quinlivan assumiu publicamente nesta terça-feira (13) que é uma transgênero. Ela fez a revelação durante entrevista à CNN e, no mesmo dia, ainda postou um pequeno vídeo no seu Instagram em que conta como foi esse processo de descobrimento.

"Eu lembro de viver minha vida inteira como homem, mas sentindo como se estivesse interpretando um papel. Eu sempre soube que era mulher em minha alma, coração e em meu cérebro", disse em um momento do vídeo, em meio a imagens da infância e atuais. 

Ela contou o impulso em aproveitar esse cenário na política norte-americana para fazer a revelação. “Decidi mostrar minha identidade trans por causa do momento político que o mundo está vivendo, principalmente nos Estados Unidos", disse, destacando ainda que, durante o governo Obama, eles tiveram muitos avanços, que mas que agora "houve uma espécie de contração", segundo ela.

"Tem acontecido muita violência contra pessoas transgênero - particularmente mulheres transgênero de cor - desde antes mesmo de eu saber o que era transgênero. Eu senti um grande sentimento de urgência", completou a modelo, dizendo que a posição em que ela se encontra agora - em plena ascensão na carreira - é uma vantagem para assumir posturas e identidades como essa. Ela ainda afirmou que a revelação também foi para ela.

Modelo foi um dos principais nomes da NYFW

Teddy Quinlivan assume ser transgênero

Teddy Quinlivan acumula uma carreira de desfiles e campanhas para nomes de peso da indústria da moda, como nada menos que a grife francesa Louis Vuitton. Neste ano, durante a edição 2017 da New York Fashion Week, ela brilhou nas passarelas de marcas como Jason Wu, Marc Jacobs, Carolina Herrera e Diane von Fürstenberg.

À CNN, ela contou que passou pelo processo de mudança de gênero aos 16 anos. Ela ainda disse que "ganhou na loteria genética", porque sempre teve uma aparência mais feminina, o que nunca levou as pessoas a desconfiar que ela tinha nascido homem. 

Fotos: Reprodução/Instagram