Taylor Swift ganha ação contra radialista acusado de abuso

Declarado culpado, David Mueller terá que pagar US$ 1 à cantora

Publicado em 15/08/2017
Taylor Swift ganha ação contra radialista acusado de abuso

Taylor Swift ganhou o processo que movia contra um radialista, acusado de tê-la apalpado antes de um show em 2013, nesta segunda-feira (14). O júri decidiu que David Mueller realmente é culpado e, dessa forma, ele terá que pagar 1 dólar à cantora, já que para ela a chance de defender seus valores e a segurança de outras mulheres era mais importante do que o financeiro.

O radialista, por sua vez, pedia 3 milhões de dólares por danos e prejuízos, alegando que uma "falsa" alegação arruinaria sua carreira. Taylor informou que doará o valor para organizações de caridade dedicadas a proteger mulheres de atos similares de assédio sexual.

Em um comunicado obtido pela revista People, a cantora agradeceu ao tribunal e à sua equipe "por batalharem por mim e por qualquer pessoa que se sinta silenciada por agressão sexual e, principalmente, quem me ofereceu apoio por estes quatro anos de processo e dois de julgamento”.

Ela ainda afirmou que vai lutar mais pelas mulheres. “Reconheço o privilégio que tenho na vida, na sociedade e na minha capacidade de bancar os custos para me defender num julgamento como este. Minha esperança é ajudar aqueles cujas vozes também devem ser ouvidas. Portanto, vou fazer doações no futuro próximo a várias organizações que ajudam as vítimas de agressão sexual a se defender”, completou.

Foto: Reprodução/Facebook