Suecas criam 1º festival de música para mulheres

Iniciativa acontece em consequência dos sucessivos casos de violência sexual

Publicado em 10/10/2017
Mulheres com rostos coloridos sorrindo

Um grupo de mulheres da Suécia está se organizando em um site de campanha de financiamento coletivo para realizar o seu primeiro festival de música para mulheres, o Statement Festival. O evento é uma resposta às diversas denúncias de violência sexual em shows de grande porte nos últimos anos. 

Segundo informações do site The Guardian, os organizadores do Bravalla, tradicional festival que acontece na cidade sueca de Östergötland, por exemplo, anunciaram que a edição de 2018 foi cancelada após 23 denúncias de agressão sexual terem sido registradas em quatro dias de evento. 

Para evitar que novos casos aconteçam, mulheres suecas estão se unindo a fim de desenvolver um evento que proíba a presença masculina, em forma de protesto. A ideia partiu da atriz e comediante Emma Knyckare há três meses. "O que vocês acham de criar um festival em que apenas seres 'não-homens' possam entrar? Ele poderia acontecer até que todos os homens aprendam a se comportar direito", escreveu ela em seu Twitter.

Com o apoio dos usuários da rede social, a atriz criou um projeto no site de financiamento coletivo. Cerca de 3.500 pessoas ajudaram o festival a angariar mais do que o valor estimado em cerca de 30 dias. A organização esperava 500 mil coroas suecas, mas já levantou 533 mil.  

O Statement Festival não permitirá a presença de homens cisgênero e tem o objetivo de criar um espaço seguro em que mais de 10 mil mulheres cis e trans poderão curtir uma boa música. Segundo o site do evento, o festival deve acontecer em 2018.

Foto: Divulgação/Pixabay