Publicado em 18/11/2016

Opinião do Bar | A incrível geração de mulheres que preferem ficar solteiras

Anitta, filósofa do século XIX e candidata à presidência da Moldávia têm mais em comum do que você imagina

Postado em: Opinião

Esse não é um artigo contra o casamento. Até porque eu seria uma hipócrita, já que eu mesma decidi me casar. Esse é um texto sobre permanecer solteira - sozinha ou não. Os motivos podem ser diversos: porque não encontrou alguém que tenha os pensamentos compatíveis aos seus; porque prefere se dedicar aos seus próprios interesses ou por pura filosofia de vida.

Assim como aconteceu com Helene Stöcker, a primeira alemã a se doutorar em Filosofia e que decidiu não se casar por convicção. Ela nasceu no dia 13 de novembro de 1869, se tornou feminista e ajudou a fundar várias organizações; dentre as quais a Associação para o Direito de Voto da Mulher, a União para a Proteção da Maternidade e a Reforma da Sexualidade. Apesar de ter sido parceira do advogado Bruno Springer por décadas, Helene preferiu permanecer solteira. Segunda ela, a base legítima da relação sexual não era o casamento, e sim o amor.

Quase dois séculos depois - incluindo conquistas femininas inimagináveis - travar uma discussão sobre a escolha do estado civil de uma mulher dá uma sensação anacronismo, não dá? Não quando você se depara com uma notícia em que uma candidata à presidência de um país sofre críticas sexistas por - pasmem - ser solteira.

Isso aconteceu com Maia Sandu, que tenta assumir a presidência da Moldávia, um pequeno país entre a Ucrânia e a Romênia. Aos 44 anos, a economista e candidata do partido liberal Acțiune și Solidaritate, que defende uma “Moldávia europeia”, está perplexa com a repercussão do seu estado civil. “Nunca pensei que ser uma mulher solteira era um motivo de vergonha. Se calhar, só o fato de eu ser uma mulher já é um pecado", disse em entrevista em um canal de televisão local.

No Brasil, dados do IBGE (2016) apontaram que as mulheres estão se casando cada vez mais tarde: aos 30 anos. No entanto, o fato dos jovens preferirem trocar as alianças mais tarde não muda a realidade da indústria do casamento, que cresce todos os anos. Por isso, em terra que ainda abriga muitas mulheres comprometidas, aquela que prefere ser solteira a "subordinada" é rainha, e recebe o título de "empoderada".

A cantora Anitta, que apesar de não ter chego na fatídica (pelo menos segundo a estatística) idade de se casar, acabou, sem querer querendo, se tornando a voz de uma geração de mulheres que preferem se manter desimpedidas. Em um recente show, no festival Villa Mix, no Rio, ela mandou um recado incisivo para quem a destrata tanto por ser funkeira, quanto por ser mulher.

"Uma vez eu peguei um cara que falou assim para mim: 'Se tu fosse minha mulher, a primeira coisa que ia mudar é esse rebolado aí na frente dos outros'. Aí eu falei: 'entendi, para me pegar é legal, mas para ser tua mulher não dá'. Hipocrisia é que não dá, sabe por quê? Eu prefiro ficar sozinha do que ser subordinada."

Por mais popularescas e midiáticas que as palavras da cantora possam soar, ignorar também seria deslegitimar uma nova camada social de mulheres que começa a se confrontar com aquele famoso ditado: “melhor sozinha do que mal acompanhada”.

Assim como Anitta, a maioria das mulheres brasileiras é incentivada a estudar, trabalhar, ser independente, conquistar o mundo. Mas encaram um conflito existencial na hora de escolher um parceiro. Até quando ainda será preciso ter Anittas e Maias para vociferar, a plenos pulmões, o óbvio?

Por Mayhara Nogueira

Bar de Batom

Grupo de Ofertas

Bar de Batom é um site agregador de ofertas gratuito, ou seja, não vende produtos próprios. Sendo um agregador de ofertas não podemos garantir o preço, a disponibilidade dos produtos e a duração das ofertas, caso haja diferença de preço ou descrição do produto entre o nosso site e o site da loja, a condição válida e praticada será a do site do lojista. Sempre confira o preço e as condições diretamente no site da loja. Veja também as regras de entrega gratuita, parcelamento e política de vendas no site do lojista. As ofertas, condições de venda e preços dos varejistas podem ser alteradas ou interrompidas a qualquer momento, sem aviso prévio e por isso não nos responsabilizamos. Confira sempre o preço na página do produto da loja direcionada antes de efetuar a compra. A entrega do pedido é condicionada a disponibilidade do estoque do lojista e não está sob responsabilidade de bardebatom.com.br