Cães protegem mulheres de parceiros violentos na Espanha

Programa oferece treinamento e animais de acordo com o perfil da dona

Publicado em 15/05/2018
mulher loira de cabelos curtos sentada na grama abraçada com o seu cão da cor marrom

Organizações em todo o mundo estão criando alternativas para ajudar mulheres que sofrem abusos. Um programa na Espanha tem o objetivo de ajudar vítimas de violência doméstica treinando cães para protegê-las. A alternativa nasceu de um cenário bastante preocupante no país: quatro mulheres são assassinadas por mês por seus parceiros ou ex-parceiros.

“Nós treinamos os cachorros para conterem agressões e também ensinamos táticas às mulheres. Assim, elas podem se defender em situações da vida real”, diz Angel Mariscal, treinador de cães que criou a fundação.

Segundo Mariscal, em entrevista ao jornal El País, os cães não são mortíferos. "Não são agressivos, porque usamos animais que são bastante sociáveis, capazes de morar dentro de casas com crianças e que se comportam normalmente até receberem um comando específico para proteger seu dono".

Para aderir ao projeto, as mulheres precisam passar por entrevistadas com psicólogo, do mesmo jeito que suas casas são examinadas por um especialista em comportamento animal. Só depois dessas etapas, a mulher passa por um curso introdutório acompanhado pela polícia. Mariscal e sua equipe escolhem o cão de acordo com o perfil da dona. No momento, 40 mulheres já aderiram ao projeto.

Foto: Divulgação/Pixabay