'Botão do Pânico' para mulheres é lançado no Paraná

Dispositivo vai atender aquelas que estiverem com medidas judiciais protetivas

Publicado em 28/11/2017
Mulher descendo escadas

O Governo do Estado do Paraná lançou nesta semana um dispositivo chamado Botão do Pânico, que será usado por mulheres que estejam com medidas judiciais protetivas. Cerca de 25 mil mulheres no estado têm esse tipo de restrição, em que o ex-parceiro não pode se aproximar.

De acordo com a Tribuna do Paraná, a Coordenação da Política da Mulher selecionou 15 municípios prioritários para implantar o dispositivo, entre eles Curitiba e cidades da região metropolitana. A secretaria da Família e Desenvolvimento Social repassará às prefeituras o valor do aluguel do equipamento, pelo período de 12 meses. 

Depois da implantação no Espírito Santo, o Paraná se torna o segundo estado a adotar um dispositivo de segurança preventivo como forma de garantir a proteção de mulheres em situação de risco. Nos últimos anos, foram criadas seis delegacias da mulher e destinadas 27 viaturas para reforçar a infraestrutura dessas unidades. 

Como funciona

Botão do pânico

A mulher em situação de risco será inserida no projeto por decisão judicial. Após ser cadastrada no sistema de monitoramento da Guarda Municipal, que registrará suas informações pessoais e do agressor, ela receberá o dispositivo de segurança.

Se o Botão do Pânico for acionado, ela perceberá uma vibração no dispositivo e a Guarda Municipal ou a Patrulha Maria da Penha será imediatamente mobilizada para atender a situação.

Assim que acionado, o dispositivo começa a gravar o áudio local, e tanto a central de monitoramento como o celular na viatura da Guarda Municipal disparam alerta e exibem fotos da vítima e do agressor.

Campanha 'Você Pode Mais'

Também foi apresentada pelo Governo do Estado a campanha Você Pode Mais, que fala sobre direitos, autoestima e liberdade das mulheres, e lembra que pequenas atitudes ou palavras podem se caracterizar como violência. Assista:

Fotos: Pixabay/Divulgação