Assédio nas ruas pode virar crime na França

Ministra Marlène Schiappa quer ouvir a sociedade para elaborar medida

Publicado em 23/10/2017
Menina na rua

O assédio nas ruas poderá se tornar crime na França segundo um projeto de lei que deve ser encaminhado no ano que vem ao governo francês. Quem fez o anúncio da nova medida de proteção à mulher foi a ministra de Igualdade de Gênero do país, Marlène Schiappa. Em entrevista ao jornal francês La Croix, ela explicou que a sociedade ajudará a definir o que é assédio para fazer o projeto.

Para isso, uma consulta já foi lançada destinada a setores como polícia e magistrados, e os cidadãos também estão convidados a debater o tema em oficinas que estão acontecendo no país. "[A lei] é completamente necessária porque, no momento, o assédio nas ruas não é definido na lei... Atualmente não conseguimos fazer um registro se isso acontecer", disse Marlène ao RTL.

Marlène Schiappa

O tema vem à tona no governo francês dias depois que milhares de mulheres se manifestaram nas redes sociais com a hashtag 'Me Too' revelando assédios. Iniciativas assim mostram as mudanças que a sociedade vem sentindo e repensando, o que pode resultar em leis mais positivas às mulheres. "A ideia é que a sociedade como um todo está redefinindo o que aceita ou não", afirmou ainda Marlène Schiappa sobre o projeto de lei.

Na França, a ministra ainda quer ampliar a prescrição de crimes sexuais contra menores.

Fotos: Divulgação/Pixabay/Facebook