Aos 30 anos, australiana chega ao 7° título mundial no surfe

Com a conquista, Stephanie Gilmore se iguala à compatriota Layne Beachley

Publicado em 28/11/2018
Stephanie Gilmore surfando no Havaí

Stephanie Gilmore cada vez mais vem se consolidando como a principal surfista de sua geração e nesta semana ela deu um passo gigantesco para se tornar a maior vencedora da história da modalidade também, com a conquista do seu 7° título mundial.

O troféu foi assegurado na segunda-feira (26), após a eliminação de Lakey Peterson na segunda rodada do Beachwaver Maui Pro, no Havaí, última etapa do circuito da World Surf League. A norte-americana estava concorrendo diretamente com Gilmore pelo título, mas precisava vencer o evento e ainda torcer para a rival terminar no máximo em 5° lugar para forçar um desempate.

A australiana chegou às semifinais da competição, mas perdeu para a havaiana Malia Manuel. Com o 3° lugar, ela acumulou 62.515 pontos em 2018. Peterson, por sua vez, fechou com 54.260. Nas dez etapas disputadas neste ano, a grande campeã subiu no lugar mais alto do pódio em três: Bells Beach, Rio de Janeiro e Jeffreys Bay. 

Aos 30 anos, ela se iguala a Layne Beachley em número de títulos mundiais - a compatriota venceu seu último título em 2006, aos 34 anos - e aparece isolada como maior vencedora de etapas da elite mundial, com 29 troféus. Estreante no circuito em 2007, quando de cara já foi campeã, ela também fechou o ano em 1° em 2008, 2009, 2010, 2012 e 2014.

Capa: Ed Sloane/WSL/Divulgação